Pesquisar
Close this search box.

Dr Kosmos comenta sobre a questão política de Palmas e seus últimos episódios

Imagem de destaque - Rascunho automático
Compartilhar

O prefeito Dr Kosmos, abordou alguns temas na Entrevista Coletiva, e um deles foi sobre o cenário político do município que ficou agitado nos últimos dias. Pela possível desistência do vice-prefeito, Bruno Goldoni em ser pré-candidato a Prefeito e a exoneração a Pedido do Dr Ulisses Antônio Padilha da Silva, Chefia de Gabinete da Prefeitura.

 

“Quando o Prefeito está em baixa, ninguém quer seu apoio, porém, muitos procuram meu apoio. Todos têm o direito em se candidatar a Prefeito. Em Palmas, parece que existe um preconceito, que apenas os homens mais ricos do município podem ser Prefeito, fui o primeiro a romper esse paradigma, não tenho dinheiro, mas, tenho o povo. As pessoas simples, querem alguém que fale a sua linguagem, use a mesma roupa que elas”, afirmou.

Apoio

Questionado por um repórter sobre a publicação de uma foto com Edson Kemes (Lagarto), Dr Kosmos, explicou que em uma visita ao Prefeito em Exercício, Marquinhos, o Lagarto estava no mesmo local, “me confidenciou que havia conversando com o Bruno, e que ele havia desistido de ser candidato e o apoiaria. Sempre apoiei o Bruno, mas eu não posso obrigá-lo a ser candidato a Prefeito”.

Ulisses

Outra questão levantada foi sobre a exoneração a Pedido do Dr Ulisses Antônio Padilha da Silva, da Prefeitura. “Adversário político não é inimigo, na política se trava batalha na questão do pensamento. Convidei Dr Ulisses, para trabalhar na Prefeitura, ficou por uns 15 dias ou 20 dias. Sua saída, não foi nada do que falaram, em resumo, alguns politiqueiros de plantão disseram que nós brigamos, fato que não ocorreu. O que aconteceu é que, quando fui receber o prêmio do projeto Cidade do Conhecimento, em Curitiba, estive no gabinete do deputado estadual Anibelli Netto e gravei um vídeo sobre os recursos que o parlamentar iria encaminhar a Palmas, ou seja, um ônibus para a Saúde e dois ultrassons, (UPA e Clínica da Mulher). Algumas pessoas da cidade não gostaram dessa atitude, pois, não querem ver Palmas crescer”, assinalou o Chefe do Executivo e também comentou que algumas pessoas divulgaram que o Prefeito havia embaralhado as peças da política do município. “É uma questão de raciocínio, tem muita gente que joga baralho, joga basquete, bocha, eu jogo xadrez, eu penso, antes de tomar qualquer atitude”, disse.

Imagem de destaque - ALEP
Imagem de destaque - TV A Folha