Pesquisar
Close this search box.

CDS desenvolve ações de prevenção da Dengue

Imagem de destaque - Rascunho automático
Compartilhar

Com o objetivo de alertar a população acerca dos cuidados com a proliferação do mosquito Aedes Aegypti em Cel Domingos Soares, o setor de Vigilância em Saúde do Departamento Municipal de Saúde realizou, nos últimos dias, várias ações de conscientização e prevenção da Dengue, em parceria com os departamentos de Meio Ambiente e de Infraestrutura.

De acordo com o setor, foram coletados pneus velhos e abandonados que estavam sendo descartados de maneira irregular, e encaminhados para empresas especializadas na destinação correta desse tipo de material. Também foram realizados pedágios, com a distribuição de materiais educativos, Levantamento de Índice por Amostragem (L.I.A.), trabalho feito quatro vezes durante o ano em municípios não infestados. Palestras em escolas e empresas também estão sendo realizadas, levando informação e conhecimento a todos os públicos.

“O objetivo dessas ações é de conscientização e prevenção da proliferação do mosquito Aeds Aegypti, que é o transmissor do vírus da Dengue, visto que esse período chuvoso e de altas temperaturas favorece para o surgimento de novos focos do mosquito”, explicou o coordenador da Vigilância em Saúde, Antônio Augusto de França.

O Segundo o último boletim semanal da Dengue, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA), foram registrados 187.594 notificações e 86 óbitos em todo o Paraná. Em Cel Domingos Soares, este ano até o momento houve um caso confirmado da doença, considerado como caso importado, e atualmente quatro casos estão sendo investigados.

“Reforçamos as orientações e cuidados, pois a melhor forma de prevenção da Dengue é evitar a proliferação do mosquito, eliminando água armazenada que pode se tornar criadouro, como em vasos de plantas, pneus, garrafas plásticas, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas. O mosquito transmissor do vírus da Dengue, Zika e Chikungunya tem preferência por locais com água limpa e com pouca matéria orgânica para depositar seus ovos”, enfatizou o coordenador.

Além disso, todas as escolas municipais e os colégios estaduais estão desenvolvendo projetos e atividades sobre a Dengue, com o intuito de conscientizar alunos, professores, educadores e comunidade escolar sobre a importância dos cuidados para que o município continue sem casos confirmados da doença.

Cuidados a serem tomados

– Não deixe água parada. Destrua os locais onde o mosquito nasce e se desenvolve, evitando a sua procriação.

– Deixe sempre bem tampados e lave com bucha e sabão as paredes internas de caixas d’água, tambores de água ou tonéis.

– Não deixe acumular água em pratos de vasos de plantas. Coloque areia fina até a borda do pratinho.

– Não junte ou acumule vasilhas e utensílios que possam acumular água.

– Entregue pneus velhos ao serviço de limpeza urbana. Caso precise mantê-los, guarde em local coberto.

– Retire sempre a água acumulada da bandeja externa da geladeira e lave com água e sabão.

– Lave e troque a água dos bebedouros de aves e animais no mínimo uma vez por semana.

– Mantenha o quintal limpo, recolhendo o lixo e detritos em volta das casas e mantendo as lixeiras tampadas. Não jogue lixo em terrenos baldios, construções e em via pública.

Cel Domingos Soares contra a Dengue!

P.M.C.D.S.

 

Imagem de destaque - ALEP
Imagem de destaque - TV A Folha