Pesquisar
Close this search box.

Apresentados candidatos ao Conselho Tutelar de Cel Domingos Soares

Imagem de destaque - Rascunho automático
Compartilhar

Na Câmara de Vereadores de Cel Domingos Soares, ocorreu a apresentação dos candidatos ao Conselho Tutelar do município. A eleição será realizada dia (01) de outubro deste ano, o local de votação será na Escola Municipal Professora Aurora Fabricio das Neves Tortelli, das 8h às 17h, com a utilização das urnas eletrônicas.

Participaram da reunião, o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Jucelio dos Santos Camargo e a conselheira da instituição, Vanessa de Souza Matiello, o promotor de Justiça, Dr Leone Gonçalves, a coordenadora da Comissão Especial, Drª Neyva Janara Rocha de Carvalho, candidatos e a comunidade em geral.

“Esse momento é mais uma etapa do Processo Eleitoral para o Conselho Tutelar. Os candidatos estão preparados, aptos e vocacionados para o exercício dessa função que auxiliam o Ministério Público, a Rede de Saúde e demais órgãos na proteção da criança e do adolescente. O conselheiro tutelar tem uma função importante, nobre. Fica o convite à população que participe desse pleito”, destacou o promotor e também ressaltou que a eleição terá acompanhamento do Tribunal Regional Eleitoral e Ministério Público Eleitoral, “aplicam-se as mesmas regras de uma eleição majoritária ou proporcional, não é permitida a compra de votos e demais irregularidades. Importante que as pessoas denunciem, caso isso ocorra”, informou o promotor.

A coordenadora da Comissão Especial, Drª Neyva, comentou que essa eleição é para a escolha dos conselheiros tutelares que pelos próximos 04 anos irão conduzir o Conselho Tutelar, garantido a proteção das crianças e dos adolescentes de Cel Domingos Soares. “É muito importante que a sociedade se interesse para vir votar naquele que está mais capacitado e vai trabalhar de fato para que tenhamos uma sociedade cada vez melhor”, pontuou ela e ressaltou que existe uma Lei Municipal onde está detalhada as restrições do que não pode ocorrer na eleição para conselheiro tutelar. “É proibido o transporte e qualquer benefício público em prol da campanha do conselheiro tutelar. A compra de votos não será tolerada pela Comissão Eleitoral, essa questão foi explicada aos conselheiros. O candidato deve, sim, mostrar suas qualidades ao eleitor”, enfatizou.

Comissão Especial Eleitoral

Representante governamental e coordenadora da Comissão Especial, Drª Neyva Janara Rocha de Carvalho, representante Governamental, Vanessa de Souza Matiello, representante da Sociedade Civil, Jucelio dos Santos Camargo e representante da Sociedade Civil, Neiva de Fátima Lima Suchow.

Imagem de destaque - ALEP
Imagem de destaque - TV A Folha