Pesquisar
Close this search box.

Representantes da Sanepar se reúnem com Dr Kosmos para tratar sobre constante falta de água em Palmas

Imagem de destaque - Rascunho automático
Compartilhar

Devido a frequente falta de água em Palmas, principalmente, nos finais de semana, fato, que causa indignação e revolta na população, o prefeito, Dr Kosmos, em seu gabinete, se reuniu com representantes da Sanepar, o gerente Regional de Pato Branco, Jair Bosi, o coordenador de Redes, Andrei Agnolin e o gestor Ambiental, João Carlos Martinello.

 

O prefeito ressaltou que na função de gestor querer a melhoria na prestação do serviço. “Infelizmente, as pessoas não estão tendo dignidade no que vem ocorrendo. Bom ouvir vocês, todo mundo cobra do Prefeito”.

“Viemos dar uma satisfação do que vem ocorrendo na cidade com o desabastecimento de água. Dia (23) de novembro até o último final de semana ocorreram vários problemas, incluindo a captação de água. Estes fatos vêm ocorrendo desde as chuvas intensas de outubro que ocasionou a queima de equipamentos e cabeamento”, esclareceu ele e comentou que já havia melhorias programadas e que deveria ser parado o sistema de abastecimento antes do início do verão.

Segundo ele, teve acesso há vários questionamentos de o porquê o desabastecimento ocorrer no final de semana. “No domingo, entendemos que a parte do comércio não funciona e as pessoas da parte mais altas do município, um lado fica abastecido, o outro não, são três ou quatro bairros que são prejudicados quanto tem essa situação, quando os níveis dos reservatórios ficam baixos, por isso estamos fazendo algumas melhorias para sanar esse problema”.

O gestor ambiental, acrescentou que a Sanepar tem o projeto Caixa Água Boa onde o município junto com a Câmara de Vereadores faz a solicitação. “É atendido por etapas, parceria entre a Assistência Social do município e área ambiental da Sanepar, que fazem a seleção das famílias no perímetro urbano. Caso, Palmas, não tenha sido contemplada, vamos lutar para que isso ocorra atendendo esse pessoal para ter reservatório de 500 litros em sua propriedade”.

“Além das melhorias no tratamento, o setor de Engenharia está orientando para a instalação de novos equipamentos para melhorar o monitoramento e a prestação do serviço”, disse o coordenador de Redes.

Imagem de destaque - ALEP
Imagem de destaque - TV A Folha