Pesquisar
Close this search box.

PCPR faz nova operação contra grupo que lesou vítimas em todo o País com jogos de azar

Imagem de destaque - Rascunho automático
Compartilhar

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (7), em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, para cumprir um mandado de busca e apreensão decorrente da investigação voltada a um grupo criminoso responsável por lesar vítimas por meio de jogos de azar. De acordo com as investigações, os indivíduos utilizavam um caça-níquel eletrônico para enganar pessoas em todo o País.

“Este é um desdobramento da ação que fizemos em novembro, na qual prendemos três pessoas e apreendemos carros e motos de luxo, US$ 3,2 mil, R$ 700, aparelhos eletrônicos e armas de fogo”, explica o delegado Tiago Dantas.

As investigações apontaram que o link da plataforma disponibilizado pelos indivíduos direcionava os usuários para apostas no jogo online denominado Jogo do Tigrinho, por meio do qual lesavam os participantes. A PCPR apurou também que os suspeitos faziam rifas em perfis de redes sociais de carros e valores em dinheiro. As vítimas depositavam valores em troca da participação nos sorteios, mas os prêmios não eram entregues.

Para chamar atenção nas redes sociais, eles ainda postavam vídeos com bebidas e veículos de luxo.

Os suspeitos são investigados por crime contra a economia popular, associação criminosa, exploração de loteria sem a autorização legal e lavagem de dinheiro.

Com informações AEN

Imagem de destaque - ALEP
Imagem de destaque - TV A Folha