Pesquisar
Close this search box.

Lei Paulo Gustavo beneficiou Fazedores da Cultura do município, em março tem novo chamamento

Imagem de destaque - Rascunho automático
Compartilhar

A diretora do departamento de Cultura da Prefeitura de Palmas, Cassimari Longhi, comentou sobre os benefícios culturais e financeiros da Lei Paulo Gustavo para o município.

“Foi um grande projeto a Lei Paulo Gustavo, parceria do Ministério da Cultura e que teve a aceitação do Prefeito, Dr Kosmos. Foram mais de 30 projetos contemplados com mais de R$ 400 mil destinados ao município, sendo que, já foram liberados mais de R$ 300 mil. Em março, haverá um novo chamamento dos valores que sobraram, pois, tiveram alguns projetos que não apresentaram a documentação exigida, por isso será feito um remanejamento desses valores com a publicação de um novo edital para contemplar os projetos do áudio visual. Em 2024, teremos os projetos que serão desenvolvidos na comunidade palmense”, argumentou ela e comentou que estes projetos têm um impacto cultural muito grande. “Foram várias áreas culturais contempladas, projetos que visaram a publicação de livros, escritores palmenses que terão a oportunidade de publicar sua obra, vídeo clipes, vídeo documentários e artesanato que proporcionam um impacto cultural muito grande para nossa população. Isso nos deixa feliz devido à grande aceitação dos nossos Fazedores de Cultura, quando inscreveram seus projetos e acreditaram no departamento de Cultura, um trabalho feito com muito amor”.

Imagem de destaque - ALEP
Imagem de destaque - TV A Folha