Pesquisar
Close this search box.

Dom Edgar anuncia flexibilização das normas para uso de bebidas alcoólicas em eventos religiosos

Imagem de destaque - Dom Edgar anuncia flexibilização das normas para uso de bebidas alcoólicas em eventos religiosos
Imagem de destaque - Rascunho automático
Compartilhar

Em resposta a um antigo clamor dos fiéis, o Bispo Diocesano Dom Edgar Xavier Ertl assinou novas normas referentes ao uso de bebidas alcoólicas e à utilização dos espaços comunitários nas paróquias da Diocese de Palmas-Francisco Beltrão. A decisão veio após um longo período de debate e consulta com os Padres e a comunidade.

As confraternizações religiosas realizadas nas comunidades católicas são momentos importantes de união entre os fiéis e também uma fonte de recursos para melhorias nas paróquias. Apesar do caráter religioso das festas, havia um pedido para que fosse permitido o uso de bebidas alcoólicas nesses eventos.

“Desde 2018, tínhamos um decreto diocesano sobre o uso e consumo de bebidas alcoólicas nos eventos organizados pela diocese. Após cinco anos, os padres solicitaram uma flexibilização, especialmente para as festas dos padroeiros e eventos como jantares temáticos”, explicou Dom Edgar em entrevista à Rádio Onda Sul.

As novas normas permitem o uso controlado de bebidas alcoólicas em certos eventos, como almoços e jantares durante as festas dos padroeiros. No entanto, Dom Edgar enfatizou a importância da conscientização sobre os perigos do consumo excessivo de álcool. “Reiteramos que os párocos continuem a missão de conscientizar o povo sobre os perigos e danos do excesso no consumo de bebidas alcoólicas, que desmonta famílias e cria dependência”, destacou o bispo.

Eventos como bailes e matinês permanecem proibidos em todos os espaços da diocese. “A Diocese de Palmas-Francisco Beltrão não promoverá bailes e matinês de qualquer tipo, e eles não têm apoio da Igreja”, afirmou Dom Edgar.

As paróquias que optarem por não vender bebidas alcoólicas em seus eventos terão total apoio da diocese. “As paróquias têm a liberdade de decidir não vender bebidas em seus eventos, e isso tem nosso apoio incondicional”, acrescentou.

A decisão busca equilibrar a tradição de confraternizações com a responsabilidade de promover a saúde e a harmonia nas comunidades. “Queremos eventos que aproximem as famílias e promovam a racionalidade, inteligência, equilíbrio e maturidade. Não queremos eventos que incentivem o excesso e a dependência alcoólica”, concluiu Dom Edgar.

As novas normas já foram publicadas e entrarão em vigor imediatamente, com o objetivo de beneficiar as famílias e comunidades da diocese, promovendo uma cultura de evangelização e conscientização.

Deise Bach – Rádio Onda Sul

Imagem de destaque - ALEP
Imagem de destaque - TV A Folha