Pesquisar
Close this search box.

Com apresentações contagiantes, encerrou-se projeto cultural da APAE de Palmas

Imagem de destaque - Rascunho automático
Compartilhar

No Centro Cultural Dom Agostinho José Sartori, ocorreu encerramento do projeto Inclusão, com apoio de 100% do Ministério da Cultura, através da lei Federal de Incentivo à Cultura e desenvolvido na APAE de Palmas. O local ficou lotado para acompanhar as apresentações artísticas.

O maestro, Gerson Giusti, destacou que as apresentações foram lindas, encerrando-se um ciclo do projeto, “já temos novidades para 2024. Vale lembrar que as apresentações foram de teatro e dança, inclusiva e de altíssimo nível. A APAE não é mais uma associação que recebe pessoas para dar atendimento, mas, sim, uma escola com alunos que frequentam o EJA e o ensino regular. O projeto veio para suprir a demanda do contra turno escolar e preencheu esse espaço ocioso dos atores e atrizes que se apresentaram”, ressaltou ele e     agradeceu os patrocinadores, “indústria de compensados Guararapes, Sudati, Estrela Indústria de Papéis e Atlas de Pato Branco. Com esse apoio atendemos as APAE’s de Palmas, Itapejara d’Oeste e Cel Vivida”.

O maestro destacou ainda a atuação dos professores/oficineiros e os figurinos que literalmente colocaram a mão na massa para produzir as apresentações.

O diretor da APAE, Michel Giusti comentou que foi um dia especial e trabalhoso, “ver a alegria deles se apresentando, a comunidade palmense assistindo, acompanhando as potencialidades e os talentos que eles têm, valeu a pena todo esforço”, pontuou e explicou que este período foi marcado por diversas atividades que fazem parte da programação da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. Finalizou afirmando que o aluno da APAE tem potencial, deveres e direitos.

Imagem de destaque - ALEP
Imagem de destaque - TV A Folha