Pesquisar
Close this search box.

Alunos do Colégio Estadual Dom Carlos, recebem seus diários escritos durante a pandemia de 2020

Imagem de destaque - Rascunho automático
Compartilhar

No dia (30) de novembro, os alunos que hoje, estão no terceiro ano do Ensino Médio, e em 2020, estavam no 9° ano. Tiveram um momento preparado para relembrar através de fotos, vídeos e áudios. As aulas realizadas via google meet, videochamada e áudio de WhatsApp, no ano crucial da pandemia.  Mesmo vivendo esse período adverso, conseguiram ter aulas online, indo além do esperado, lendo o Diário de Anne Frank, o qual foi base para a criação do diário pessoal de cada aluno.  Tendo como conteúdo específico a Segunda Guerra Mundial, contextualizando, “Qual a diferença entre estar escondido por ser judeu e estar em uma pandemia não podendo aglomerar? Dentro dessas especificidades pedagógicas, no final de 2020, foram entregues os diários mediante certificação no colégio, seguindo os protocolos de segurança envolvendo higiene. Assim, criaram uma fonte histórica em meio a pandemia do Covid 19 – ficando essa fonte para a vida e uma cópia para as futuras gerações, sentirem o que um adolescente viveu nesse contexto.

 

Expresso minha gratidão nesse trabalho de cunho histórico, científico e interdisciplinar. O qual contou com a contribuição das áreas conhecimento:  Matemática, Ciências, português, Arte e geografia, representadas pelas professoras: Liliane Tonial, Rejiana Hay, Elenice Vieira e as diretoras Camila e Karine.

“A história escolar não é apenas uma transposição da história acadêmica, mas constitui – se por intermédio de um processo no qual interferem o saber erudito, os valores contemporâneos, as práticas e os problemas sociais”. (Bittencourt, 1998.p.25).

Professora: Historiadora, M.a: Janete Chaves Carlin

Imagem de destaque - ALEP
Imagem de destaque - TV A Folha